CONDE DE SUPERUNDA

CONDE DE SUPERUNDA

750ml

O nome do Conde de Superunda é uma homenagem à intervenção do nobre espanhol José Antonio Manso de Velasco que durante o trágico tsunami de Callao, com seus barcos de madeira, ajudou a população afetada pela grande onda do mar.
O Vice-rei José Antonio Manso de Velasco decidiu superar a desolação e tomar medidas sobre o assunto, empreendendo a reconstrução de Lima. Seu trabalho foi tão grandioso que mereceu o reconhecimento de seus habitantes e do rei, que o recompensou em 1748 com um título nobre: Conde de Superunda.

  • País: Chile
  • Região: Maule | Vale do Curicó
  • Tipo de vinho: Vinho Tinto
  • Uvas: "59% Tempranillo, 21% Monastrell, 16% Cabernet Sauvignon e 4% Carmenere"
  • Envelhecimento: 22 meses em barricas francês de primeiro uso da floresta de Nevers
  • Graduação alcoólica: 14% vol.
  • Notas de degustação: Cor rubi intensa.Aroma elegante e denso com notas de compota de fruta preta (Ameixa, mirtilo) e pão torrado. Palato complexo, carnudo e equilibrado, prolongando as notas de compotas e tabaco para um final de boca agradável e requintado.

MIGUEL TORRES CHILE

Presentes em mais de 100 países, Miguel Torres Chile consolidou-se desde o início da sua nova jornada como uma das principais vinícolas produtoras de vinhos de qualidade no Chile, com identidade dos produtos, respeito ao meio ambiente e com responsabilidade social. Apoiado por uma história e cultura de vinhos na Espanha, Miguel Torres chegou ao Vale do Curicó em 1979. Além de encontrar excelentes condições climáticas, ele encontrou a possibilidade de inovar, sendo os primeiros a incorporar tanques de aço inoxidável e carvalho francês. Com Comércio Justo, Sustentabilidade e Inovação, a vinícola mantém em seus pilares conceitos que marcaram a história e produção.

CHILE

A história da vitivinicultura no Chile tem mais de 500 anos, com a chegada dos espanhóis trazendo cepas da espécie Vitis vinifera para plantar e produzir vinhos. Esse é um país de geografia muito peculiar, cuja singularidade é de extrema importância para entender o papel do Chile no mundo do vinho.

HARMONIZAÇÃO

Valoriza os preparados de carne cozidos com lenha e carne de caça.

Pontuação e Premiações

  • 93 pontos, Conde Superunda 2010 (mesa de degustação La Cav - 2017)
  • 91 pontos, Conde Superunda 2009 (Mesa de Degustação La Cav - 2014)
  • 93 pontos, Conde Superunda 2009 (Descorchados - 2016)
  • 95 pontos, Conde Superunda 2006 (Descorchados - 2012)
  • 91 pontos, Conde Superunda 2006 (Wine Enthusiast)
  • Medalha de Ouro, Conde de Superunda 2009 (Awoca - 2014)
  • Medalha de Ouro, Conde de Superunda 2006 (Concours Mondial du Bruxelles - 2013) Dupla
  • Medalha de Ouro, Conde de Superunda 2005 (Five Nations Wine Challenge - 2012)
  • Medalha de Ouro, Conde de Superunda 2005 (Cinve - 2011)