CORDILLERA CARMÉNÈRE

CORDILLERA CARMÉNÈRE

750ml

Cordilheira Carmenére tem sua origem no renomado Terroir de Peumo, no Vale do Cachapoal. O vale é caracterizado por ter um clima mediterrânico com boa umidade. Dias muito quentes e noites muito frias influenciadas pelo rio Cachapoal permitem um longo período de maturação ideal para esta casta.
O vinhedo está localizado no sopé das montanhas, com grande quantidade de misturas de fragmentos minerais da rocha subjacentes (coluvial), textura de argilo granítica e presença de pedras, com ótima drenagem e baixa fertilidade. Ideal para controlar o vigor e obter produções muito limitadas de um excelente Carmenére.

  • País: Chile
  • Região: Vale do Cachapoal | Peumo
  • Tipo de vinho: Vinho Tinto
  • Uvas: 100% Carmenère
  • Envelhecimento: 12 meses em Carvalho francês (30% barricas novas e 70% em barricas de segundo uso) "
  • Graduação alcoólica: 14% vol.
  • Notas de degustação: Grande intensidade de cor. No nariz expressa com força esplêndida o caráter da variedade Carmenère (frutos da floresta, eucalipto e couro), com notas de torrefação, louro, cravo, alcaçuz e pimenta preta. Grande amplitude na boca e taninos redondos. Aromas retronasais de pão torrado e especiarias, que terminam em um longo final de boca.

MIGUEL TORRES CHILE

Presentes em mais de 100 países, Miguel Torres Chile consolidou-se desde o início da sua nova jornada como uma das principais vinícolas produtoras de vinhos de qualidade no Chile, com identidade dos produtos, respeito ao meio ambiente e com responsabilidade social. Apoiado por uma história e cultura de vinhos na Espanha, Miguel Torres chegou ao Vale do Curicó em 1979. Além de encontrar excelentes condições climáticas, ele encontrou a possibilidade de inovar, sendo os primeiros a incorporar tanques de aço inoxidável e carvalho francês. Com Comércio Justo, Sustentabilidade e Inovação, a vinícola mantém em seus pilares conceitos que marcaram a história e produção.

CHILE

A história da vitivinicultura no Chile tem mais de 500 anos, com a chegada dos espanhóis trazendo cepas da espécie Vitis vinifera para plantar e produzir vinhos. Esse é um país de geografia muito peculiar, cuja singularidade é de extrema importância para entender o papel do Chile no mundo do vinho.

HARMONIZAÇÃO

Este grande vinho é o companheiro ideal para cordeiro ou porco assados e para grelhados de carne temperados com ervas aromáticas e especiarias.

Pontuação e Premiações

  • 93 Pontos, Cordillera Carmenère 2011 (James Suckling - 2016)
  • 92 Pontos, Cordillera Carmenère 2011 ( Guia Descorchados - 2016)
  • 92 Pontos, Cordillera Carmenère 2016 ( Tim Atkins - 2017)
  • 92 Pontos, Cordillera Carmenère 2012 ( James Suckling - 2016)
  • Grande Medalha de Ouro, Cordillera Carmenère 2011 (Mundus Vini - 2016)
  • Medalha de Ouro, Cordillera Carmenère 2011 (Catador Santiago - 2016)
  • Medalha de Ouro, Cordillera Carmenère 2019 (Concours bruxelles - 2013)